quarta-feira, 22 de setembro de 2010

A gente vai tentando se adequar, se encaixar feito foto numa moldura desajeitada, que surgiu de improviso no meio da cena

A gente vai tentando esquecer aquilo que nos fere, esquecendo também que feridas são o que mais nos fortalecem

A gente vai tentando desvendar o mundo com novas tecnologias que podem destruir o mundo

A gente vai tentando ser gente se transformando em robôs

A gente vai tentando mudar o mundo o ajeitando da forma que for mais conveniente para nós

A gente vai tentando ser mais humano ajudando campanhas globais para ajudar crianças, mas a gente vai esquecendo que quando crianças batem a nossa porta pedindo um prato de comida elas também são gente e não marginais

A gente vai tentando sobreviver maltratando a nossa própria fonte de vida

A gente vai tentando... Mas tentando os nossos sonhos de fato?

A gente vai tentando para quem?

Para que?

Se enquanto a gente vai tentando ser feliz, esquecemos de ser, achando que ainda estamos tentando

A gente vai tentando muita coisa, menos tentando ser nós mesmos...


Indy P. Farias

6 comentários:

Taian disse...

Gostei dessa ode. ^^

Nony disse...

Ás vezes a felicidade estava do nosso lado o tempo todo, mas de tanto ficarmos procurando por ela em terras longínquas, ela vai embora de vez...

Mente Mascarada disse...

"Que o mundo foi e será uma porcaria isso eu já sei, em 506 e em 2000 também..." já dizia o grande músico e compositor baiano. Essa supremacia que o ser humano acha que possui, sobre tudo na Terra, vai acabar voltando para ele de alguma forma.
Minha bióloga fazendo odes.
o/
Gostei meu amor.
=*

Rafiki disse...

Mas se eu tentar ser qualquer coisa que acredito ser, estarei tentando alguma coisa diferente do que realmente sou.

Humanidades, é isso...

Fabrício disse...

A gente tenta de tudo, só não tenta mudar.

Alberto Vasconcelos disse...

Lindo seu blog, parabéns!!